Como a chuva que cai


“Como uma vampiresa
Tenho sede do teu sangue
Que ferve nas tuas veias.”
Como uma louca

Tenho sede da tua boca.
Como mulher
Tenho sede e fome do teu corpo.
De uma gota de suor qualquer
Ou um momento do teu beijo molhado…
Ou um abraço no teu peito suado
Ou um olhar, que seja…
É o teu corpo, que meu corpo deseja.
Esse almejar só aumenta com o tempo
Só um cantinho de todo o teu corpo moreno,
Me dá um tento?
De noite, a tarde…
ou de manhã bem cedo.
eu preciso de você a todo momento…
todo momento junto a ti.
meu príncipe,
meu menino…
você é a mais terna canção que meus lábios irão cantar,
para sempre.
você é pura magia e teu toque suave…
e seus cabelos de cor negra,
me fazem suspirar.
tão simples, tão singular
o gosto dos teus lábios de mel,
da minha boca não sai…
simples assim,
tão simples, como a chuva que cai.

-Alice Gonçalves-

Anúncios

Sobre Alice Gonçalves

(...) Do que sei sou ignorante. (...)
Esse post foi publicado em De Alice para Michael e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Como a chuva que cai

  1. Mari Batista disse:

    Olá querida. Quero criar um tópico em meu blog expressando os sentimentos dos fãs. Se você tiver algo me mande. Gostaria de colocar um pensamento que resumisse o que todos sentem. O amor, a saudade…
    obrigado. Bjs.

    Curtir

Gostou ? então comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s